Dupla usa currículo e prestígio para blindar elenco de crise política no Flu


​As duas vitórias em sequência diante de Madureira (estadual) e Caldense (Copa do Brasil) trouxeram um pouco mais de alívio no clima que tem assolado o Fluminense desde o início da temporada. Com problemas a lidar dentro das quatro linhas, é fora delas que o clube tem se complicado a cada dia que passa.

O caos político no qual o Tricolor se meteu parece longe de ter fim. Mas é nas figuras de Abel Braga e Paulo Autuori que o departamento de futebol tem se calcado para que o ambiente bélico influencie o grupo de jogadores:

Isso (a crise política) não respinga. O Abel é identificado com o clube, tem credibilidade. Posso assegurar que o Abel assina embaixo o que eu digo. Desculpe, mas são três Libertadores e dois Mundiais. Ponho em causa meus 43 anos de carreira para afirmar que nesse tempo tive pouquíssimas pessoas como ele (Pedro Abad). Íntegro, transparente e de um caráter ímpar”, revelou Autuori.

Dentro de campo, o Flu volta à carga pelo estadual neste sábado. ​O Tricolor das Laranjeiras encara o Macaé, no estádio Los Larios. O time precisa vencer sua partida e ainda torcer por um empate entre Boavista e Portuguesa para se classificar para a próxima fase da Taça Guanabara.

Link da notícia original: Dupla usa currículo e prestígio para blindar elenco de crise política no Flu