Comportamento de CEO do Flu durante pré-temporada gera polêmica no clube


​O Fluminense ainda nem fez seu primeiro jogo oficial em 2018 e já vive uma crise complicada de se contornar – um momento pelo qual o clube passa desde o ano passado. Com salários atrasados, dispensas e brigas na Justiça, a ‘descontração’ do CEO tricolor, Marcus Vinícius Freire, durante a viagem de pré-temporada à Flórida irritou alguns torcedores e pessoas próximas à diretoria. A informação é do ​Blog De Primeira.

Freire foi flagrado em passeios com boleiros como Denílson e Roger Flores, além de ter saído para tomar vinho com o narrador da Globo, Galvão Bueno. Na visão de alguns dirigentes tricolores, o CEO deveria ser mais discreto diante do mau momento vivido pelo Fluminense dentro e fora de campo.

Nos últimos dias, o Fluminense perdeu seu jogador mais valorizado no mercado, o meia Gustavo Scarpa. Depois de rescindir com o clube na Justiça, o camisa 10 acertou um contrato de cinco anos com o Palmeiras. Além disso, o artilheiro Henrique Dourado declarou publicamente na última sexta-feira que também pretende deixar o Tricolor. ​O centroavante é alvo do Corinthians.

Link da notícia original: Comportamento de CEO do Flu durante pré-temporada gera polêmica no clube