Após cuspir em torcida do Vasco, B. Silva não poupa os cruzmaltinos e manda recado


A vitória do Vasco sobre o Fluminense na última semana ainda está dando o que falar nos bastidores da bola e, o principal motivo disso, é uma atitude bem agressiva por parte do volante Bruno Silva, ​volante do Fluminense. Na ocasião, ele ficou incomodado com insultos da torcida cruzmaltina quando foi substituído e mandou uma cusparada em direção a torcida adversária.

Questionado sobre o assunto nesta quinta-feira, admitiu ter ficado irritado na hora e que, por isso, agiu de forma errada. Acabou pedindo desculpa para os vascaínos, mas não poupou a torcida adversária de críticas.

”Foi um caso em que a torcida do Vasco estava me ofendendo, xingando. Eu, de cabeça quente, reconheço que errei e peço desculpas. Mas não justifica. Acho que a torcida brasileira tem que ter esse respeito. Eu estava saindo do campo e cuspiram, pegou no meu rosto. E toda ação gera uma reação. Eu fiz na hora de cabeça quente. Sei que tenho minha culpa, mas a torcida tem que ter esse respeito também. Não é só chegar ali e xingar, ofender e sair como coitadinha não. Eles provocaram. Toda ação gera uma reação. Peço desculpas, mas isso tem que partir das duas partes”, comentou ele, que garantiu não comentar mais sobre a polêmica arbitragem daquele jogo.

”Falei hoje que não ia mais falar de arbitragem. Não deu o pênalti, não tem como voltar. Foi pênalti, porque o lateral me puxou, mas como não tem mais como voltar, já passou, vamos seguir em frente porque tem muitas coisas boas para acontecer conosco aí no ano”, encerrou.

​​

Link da notícia original: Após cuspir em torcida do Vasco, B. Silva não poupa os cruzmaltinos e manda recado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.