7 dos jogadores mais guerreiros da história do futebol


Guerreiro não é um termo usado de maneira banal no futebol. É reservado apenas para aqueles ícones que se impõem para qualquer desafio colocado em seu caminho dentro de campo, com luta inigualável, muita raça e grande dose de liderança. Lembrar deles e destas características é sempre muito importante para entendermos a profundidade do futebol e o quão apaixonante o esporte pode ser também para estes caras. Aqui estão sete desses nomes. Confiram abaixo:


Carles Puyol

Puyol é talvez um dos maiores exemplos de um grande guerreiro dentro de campo. Um guerreiro que sabia os erros e acertos do mundo da bola como poucos. Nunca se esquivou de uma dividida, não fazia corpo mole em nenhum lance e era um líder nato tanto no Barcelona quanto na seleção espanhola. Um esportista de primeira grandeza.


Dunga

Foi uma carreira de muita pressão e muitos questionamentos, principalmente entre as Copas de 1990 e 1994, mas o capitão do tetra conseguiu se reerguer como poucos e provar seu valor. Ao ser pego como o símbolo da derrota no mundial da Itália, dando nome inclusive a uma “era”, o volante precisou lutar contra tudo isso para capitanear o escrete canarinho rumo ao título. Na hora de erguer o troféu, Dunga mostrou o desabafo entalado por tanto tempo. Ser a voz do time em campo sempre foi a sua marca.


Gennaro Gattuso

Outro volante muito voluntarioso e de raça acima da média. O italiano foi líder de um Milan histórico por bastante tempo. Seu poder de marcação era implacável, assim como a sua gana por recuperar a bola para o time. Hoje mostra seus dotes de liderança como treinador do próprio clube rubro-negro.


Diego Costa

Centroavante trombador, mas muito oportunista, Diego Costa também se destaca por sua capacidade de não abandonar nenhuma jogada em prol de sua equipe. Usando o físico nas disputas com seus adversários, o brasileiro naturalizado espanhol leva vantagem na maioria das jogadas “corpo a corpo” em que se dispõe a participar.


Javier Mascherano

Jogador com passagem marcante pelo Corinthians em 2005, o argentino nunca deixou de dar tudo dentro das quatro linhas para que seu time pudesse sair com os três pontos. Seja como volante ou como zagueiro, Masc já provou que é “pau para toda obra” e que não hesitará para brigar palmo a palmo pela camisa que estiver defendendo.


Diego Simeone

Seja como jogador (marcador incansável e extremamente raçudo) ou como treinador (dono de estilo próprio e muito eficiente), Simeone tem carreira muito bem consolidada. Sempre foi um líder nato, comandando colegas de time como atleta ou depois da aposentadoria, como um dos maiores técnicos da atualidade pelo Atlético de Madrid. Mais um argentino que é referência no assunto.


Lúcio​

Zagueirão do penta, Lúcio colecionou grandes troféus e atuações ao longo da carreira. Foi um dos pilares do título europeu da Inter de Milão em 2010, por exemplo, mas também mostrou seu potencial no futebol alemão e na Seleção Brasileira. Desarmava com muita virilidade e sem medo nenhum de dividir a bola. Um autêntico guerreiro.


Este artigo é trazido a você por Alita: Anjo de Combate, em breve nos cinemas. Confira o trailer no link abaixo:

[embedded content]

​​

Link da notícia original: 7 dos jogadores mais guerreiros da história do futebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.