8 destaques que a Série A pode perder para o futebol estrangeiro em 2019


Para tudo na vida, há duas perspectivas. ​Se a janela de transferências é empolgante pelas especulações de reforços chegando, há também o temor do torcedor em ver suas grandes referências rumando ao futebol estrangeiro. O Brasileirão de 2018 foi uma edição repleta de destaques, jovens ou mais veteranos, que certamente já estão no radar de diversos clubes do exterior. Inspirado na lista original do ​Blog do Rafael Reis, confira oito destaques da Série A nesta temporada que podem acabar deixando o futebol brasileiro em 2019. Nossa torcida, claro, é para que sigam brilhando em território tupiniquim:


Dudu (Palmeiras)

A temporada de 2018 de Dudu foi irretocável, e seu grande desempenho no Campeonato Brasileiro lhe rendeu o título de craque da competição. Altamente valorizado no mercado e inclinado a mudar de ares após três anos na Academia, será difícil para o clube alviverde segurar seu camisa 7 em caso de forte proposta do exterior. 


Pedrinho (Corinthians)

Com apenas 20 anos, Pedrinho foi um dos poucos expoentes de qualidade e esperança do Corinthians em 2018, ano complicado para o time paulista. Dono de grande talento, é uma joia bruta ainda a ser lapidada, o que não impediu que clubes estrangeiros procurassem oficialmente o atleta. O Borussia Dortmund desponta como um dos principais interessados.


Everton (Grêmio)

Se Luan foi o cara em 2017, neste ano só deu Everton. O meia-atacante de 22 anos explodiu com a camisa tricolor em 2018, empilhando grandes atuações, gols e assistências. O desempenho de destaque lhe rendeu as primeiras convocações para a Seleção Brasileira e, consequentemente, olhares atentos de clubes do exterior, como o Manchester United. 


Rodrigo Dourado (Internacional)

Referência do meio-campo colorado há algumas temporadas, o volante parece próximo de encerrar seu ciclo no Internacional. Ao mesmo tempo que o clube gaúcho precisa fazer caixa, Dourado já reiterou seu desejo de atuar no futebol europeu. Com 24 anos, está na “idade limite” aos olhos dos clubes no Velho Continente, que priorizam cada vez mais os garotos.


Pedro (Fluminense)

As primeiras sondagens já começavam a aparecer quando, infelizmente, o centroavante de 21 anos sofreu uma grave lesão nos ligamentos do joelho. Até aquele momento, o camisa 9 do Fluminense era o artilheiro do Brasileirão com 10 gols, desempenho que lhe rendeu o prêmio de revelação da competição. Se voltar em alto nível, será difícil segurá-lo no Brasil em 2019.


Rodrygo (Santos)

Por 45 milhões de euros, o meia-atacante de 17 anos já está negociado ao Real Madrid. Resta saber quando o clube espanhol chamará o garoto para se juntar ao elenco merengue. A princípio, o camisa 9 do Peixe segue na Vila Belmiro por mais seis meses (junho/2019), mas este prazo pode ser antecipado ou adiado dependendo das pretensões dos europeus.


Igor Liziero (São Paulo)

Possivelmente a grande revelação do São Paulo em 2018, o volante de 20 anos chama atenção por sua maturidade e tranquilidade mesmo com tão pouca idade. Foi titular em grande parte da atual temporada, transformando-se em nome inquestionável mesmo em um setor recheado de medalhões. Seu nome tem sido ligado a clubes italianos, em especial, o Napoli.


Yago Pikachu (Vasco)​

Artilheiro do Vasco na temporada com 19 gols, o ponta/lateral/meia de 26 anos se destaca justamente por esse fator: ser híbrido, polivalente. Como divulgado nesta terça (4), ​o camisa 22 cruzmaltino está na mira de clubes do Japão e dos Estados Unidos, e sua permanência em São Januário não está assegurada para o próximo ano.


Link da notícia original: 8 destaques que a Série A pode perder para o futebol estrangeiro em 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *