Passado e presente da camisa 10 do Flu, Thiago Neves e Gustavo Scarpa fazem duelo à parte no Mineirão

Um é xodó. O outro, embora esteja do lado adversário, foi ídolo e já admitiu que viveu sua melhor fase justamente nas Laranjeiras, há dez anos. Embora o futebol de cada um tenha diferenças marcantes, Gustavo Scarpa e o hoje cruzeirense Thiago Neves fazem parte da mesma linhagem: de representantes da camisa 10 do Fluminense. E se a torcida tricolor se divide entre os dois, o duelo no Mineirão, às 19h, é a oportunidade ideal de tirar a prova.

Ainda que concentre a atenção dos tricolores, o confronto particular no Mineirão é especial também para o Campeonato Brasileiro. Afinal, frente a frente estarão dois dos principais armadores da competição. E os números da dupla ajudam a entender por que eles ocupam essa posição de destaque.

Gustavo Scarpa é menos decisivo do que Thiago Neves. Mas é mais colaborativo — um dos motivos pelos quais a torcida tricolor vive uma relação de altos e baixos com seu meia. Enquanto o cruzeirense é o artilheiro da Raposa na temporada, com 14 gols, o tricolor é o quarto maior goleador do Fluminense no ano, com sete marcados. No Brasileiro, a diferença entre o faro de gols entre um e outro é ainda maior: são oito contra apenas dois.

— Os pontos fortes do Cruzeiro são as jogadas com o Thiago Neves, que pode desequilibrar qualquer partida. Os pontas do time deles têm muita velocidade — alertou o lateral-esquerdo do Fluminense Marlon.

Se não marca tanto, Scarpa é um especialista em ajudar os companheiros a brilhar. É o segundo maior garçom do Brasileiro, com dez assistências (só fica atrás de Bruno Henrique, do Santos, com 11). Thiago Neves, por sua vez, deu apenas cinco.

Com Henrique Dourado e Junior Sornoza suspensos, Scarpa será a principal referência do time. Neste domingo, o Fluminense dependerá mais do que nunca dele.

Link da notícia original: Passado e presente da camisa 10 do Flu, Thiago Neves e Gustavo Scarpa fazem duelo à parte no Mineirão