Abad muda o rumo e toma novas decisões para o futuro do Fluminense


>>> De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!


Dentro de campo, a situação do Fluminense não era das melhores antes da Copa do Mundo. Enfileirando alguns jogos sem vencer, o clube caiu para a 12ª posição na tabela do Campeonato Brasileiro e já vê com desconfiança as chances de flertar com a queda para a Série B. Tanto que, nesse meio tempo, Abel Braga deixou as Laranjeiras para dar lugar a Marcelo Oliveira. Mas é fora das quatro linhas que está o maior dos problemas.

O ambiente político do Tricolor tem se notabilizado pela instabilidade e pela troca de farpas. Há cerca de dois meses, uma debandada de vices-presidentes deflagrou a crise dos grupos da base da gestão. As eleições para 2019 já são pauta. E é justamente em meio a este panorama que o presidente Pedro Abad resolveu mudar um pouco a estratégia na nomeação das novas pastas.

De acordo com o site ​UOL Esporte, o mandatário optou por Daniel Kalume, novo vice-presidente de interesses legais, e Marco Aurélio Guerreiro, agora vice-presidente de finanças, dois nomes reconhecidos pelo perfil técnico, não por fazerem parte da política tricolor. A ideia é privilegiar mais a capacidade das pessoas que cercarão a presidência, não mais a acomodação de aliados por arranjos políticos.

Apesar das escolhas já reveladas ao público, ainda resta a chance de ambos não trabalharem no Flu. Suas nomeações terão de ser protocoladas pelo Conselho Deliberativo, como reza o Estatuto.

Link da notícia original: Abad muda o rumo e toma novas decisões para o futuro do Fluminense