Se não bastasse a derrota, Abelão ganha mais dor de cabeça para o Fla-Flu


​A derrota diante do Paraná por 2 a 1 possui reflexo direto na próxima partida do ​Fluminense pelo Campeonato Brasileiro. Para montar o time que irá encarar o ​Flamengo, em Brasília, o técnico Abel Braga terá uma verdadeira dor de cabeça.

Já se sabia, por exemplo, que o lesionado Pedro deverá continuar de fora, ele que deu lugar a João Pedro. Porém, o treinador perdeu seu outro atacante titular. Marcos Júnior, também com um problema muscular, deixou o gramado da Vila Capanema logo no início do confronto. “Nenhuma chance de jogar. Saiu com cinco minutos, sentiu a posterior da coxa. Vamos ver agora o Pedro e a formação que poderemos usar”, destacou o comandante.

Com a baixa de Marcos Júnior, Robinho foi o escolhido para substituí-lo. Porém, somente com a entrada de Pablo Dyego na vaga de Jadson, já no segundo tempo, que a equipe subiu de produção. Ele, além de marcar o gol de honra dos cariocas nos acréscimos do confronto, deu mais velocidade nas ações, o que o transforma automaticamente em opção para o clássico. Matheus Alessandro, chamado para entrar no lugar do também lesionado Léo, também é outro capaz de mudar o ritmo de uma partida.

Para o setor defensivo, Ayrton Lucas segue entregue ao departamento médico. O também lateral Léo não poderá enfrentar seu ex-clube por conta de um cláusula contratual. O Fla-Flu será na quinta-feira, com mando tricolor.

Link da notícia original: Se não bastasse a derrota, Abelão ganha mais dor de cabeça para o Fla-Flu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *