Edson vibra com sequência e lembra período no banco: “Chorei de raiva”


Demorou, mas, ao que tudo indica, Edson finalmente começa a se firmar como titular no Fluminense. Com a lesão de Pierre, no início do Campeonato Brasileiro, ganhou a chance de começar jogando novamente e, aos poucos, vem conquistando a confiança de Levir Culpi – a atual condição só poderá ser questionada na recuperação do antigo titular. Em 2015, na gestão de Eduardo Baptista, Edson era presença frequente no banco de reservas, sofreu com a irregularidade e a falta de sequência. Tudo capaz de fazê-lo chorar.  

Edson, agora, vive novo momento. São quatro jogos como titular em sequência. Dos 20 de Levir nas Laranjeiras, começou em oito.  

– Meu relacionamento com Levir é de respeito, como foi com todos os outros. Ele é um cara experiente, conhece os jogadores. No início fiquei um pouco de fora, ele disse que não conhecia todos. Acho que ganhei a confiança dele nos treinos. Hoje estou muito feliz no Fluminense. Mudou bastante em relação ao início do ano. Estava muito ruim não ter oportunidades. Eu fico maluco mesmo…Já chorei de tanta raiva. Muito ruim assistir ao jogo e não poder ajudar em nada – relembrou.  

Depois de enfrentar uma maratona de cinco partidas nos últimos quinze dias, o Fluminense terá a semana livre apenas para treinar. O próximo jogo será contra o Grêmio, vice-líder do Brasileirão. O Tricolor é o oitavo, com nove pontos, quatro pontos atrás do adversário.  

– O Grêmio preocupa no todo. Vai ser um jogo muito interessante. São dois times que jogam para frente. O Grêmio é perigoso fora de casa também. Vai ser decidido nos detalhes – destacou o atleta.  

O Flu é o oitavo colocado na tabela de classificação do Brasileiro com oito pontos. O jogo contra o Grêmio será próximo sábado, às 18h30, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Link da notícia original: Edson vibra com sequência e lembra período no banco: “Chorei de raiva”