BLOG: O campeonato do equilíbrio

O lá,

Após três meses e meio de competições locais com a relevância que o regionalismo não derruba, os clubes brasileiros, independentemente da Série, começam a disputar o mais longo e equilibrado torneio que existe no Planeta Futebol. É hora de apontar este ou aquele como favorito, mas convenhamos que na Série A é mais fácil encarar os 12 trabalhos de Hércules ou o cotidiano verde e amarelo do que cravar o dedo em um time como favorito.

Soará como “murismo” clássico a recusa em apontar um favorito. Mas é possível, caminhando pelo também perigoso caminho da previsão que o CB terá times com propostas mais ousadas, outros nem tanto e, talvez, quem sabe, uma taxa menor de simuladores. Que os técnicos, em sua maioria, pensam na valorização do espetáculo, eu não tenho dúvidas. Mas que ainda há um excesso de jogadores fantasistas sem a bola nos pés, o que é péssimo, nao há como discordar.

Torço para que a taxa caia _ e fique claro que é impossível acabar com algo danoso, mas só o combate permanente pode reduzir ou travar o crescimento. Há um cansaço verde e amarelo com os farsantes da vida pública e não pensem os do mundo da bola que estão excluídos. O torcedor anseia por um jogo mais limpo, sem árbitros arrogantes, técnicos que só pregam a violência e fingidores dentro do campo. Que assim seja.

Este blog deseja um ótimo final de semana para todos.

Link da notícia original: BLOG: O campeonato do equilíbrio