Mesmo de saída, concessionária cogita reativar tour do Maracanã

Maracanã (Foto: Staff Images)

Como o futuro do Maracanã é um tanto incerto, e a concessão não tem previsão exata para sair das mãos da Odebrecht, a concessionária tem o desejo de ao menos retomar o Maracanã Tour, na tentativa de gerar receita e retomar o interesse turístico pelo estádio. Um dos problemas apontados é a falta de parceiro disposto a fechar acordo, ainda que por um prazo mínimo de 90 dias, para administrar o tour. Nos tempos em que a visitação funcionava bem, a Futebol Card tinha acordo com a concessionária.

O tempo passa…

O pré-contrato entre Odebrecht e Lagardère já completou 20 dias, prazo inicialmente estipulado para que se concretizasse a assinatura em definitivo da transferência da concessão, após o período de “imersão“ do grupo francês no estádio. Só que esse passo depende do governo do Rio, que não sai de cima do muro e nem dá sinais se pretende, de fato, sacramentar a passagem de bastão à Lagardère ou fará nova licitação.

Link da notícia original: Mesmo de saída, concessionária cogita reativar tour do Maracanã