Ficha Técnica: Fluminense 3 x 3 Flamengo [nos pênaltis, 4 x 2]

Os jogadores do Fluminense levantam a Taça Guanabara no Engenhão!
Foto: André Durão.

05/03/2017 – Fluminense 3 x 3 Flamengo [PK 4 x 2] – Engenhão (Rio de Janeiro)
Motivo: Campeonato Carioca 2017, Taça Guanabara, decisão.
Público: 27.549 presentes (25.451 pagantes).
Renda: R$ 1.258.830,00.
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (RJ) e Luiz Cláudio Ragazone (RJ).
Fluminense: Júlio César; Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo Pelé; Pierre, Jefferson Orejuela e Júnior Sornoza (Marquinho); Richarlison, Henrique Dourado (Marcos Júnior) e Wellington Silva (Marquinhos Calazans). Técnico: Abel Braga.
Flamengo: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Miguel Trauco (Felipe Vizeu); Willian Arão (Orlando Berrío), Rômulo, Federico Mancuello (Gabriel), Diego e Éverton; Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.
Gols:
1-0: Wellington Silva, aos 3 do 1º tempo;
1-1: Willian Arão, aos 8 do 1º tempo;
1-2: Éverton, aos 23 do 1º tempo;
2-2: Henrique Dourado, de pênalti, aos 34 do 1º tempo;
3-2: Lucas, aos 40 do 1º tempo;
3-3: Paolo Guerrero, de falta, aos 40 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Richarlison (Fluminense); Éverton e Miguel Trauco (Flamengo).
Definição por pênaltis:
1ª: Diego cobrou e converteu para o Flamengo (0-1);
2ª: Lucas cobrou e converteu para o Fluminense (1-1);
3ª: Paolo Guerrero cobrou e converteu para o Flamengo (1-2);
4ª: Henrique cobrou e converteu para o Fluminense (2-2);
5ª: Réver cobrou e Júlio César defendeu (2-2);
6ª: Marquinho cobrou e converteu para o Fluminense (3-2);
7ª: Rafael Vaz cobrou para fora (3-2);
8ª: Marcos Júnior cobrou e converteu para o Fluminense (4-2).
Placar final: Fluminense 4, Flamengo 2.
Fluminense, campeão invicto da Taça Guanabara de 2017!
****
Esta foi a oitava disputa de pênaltis da história do Fla-Flu. Agora, são quatro vitórias para cada lado: o Flamengo saiu vencedor em 23/02/1975 (Troféu João Havelange), 12/08/1978 (semifinal do Troféu Teresa Herrera), 03/03/2001 (final da Taça Guanabara) e 24/04/2011 (semifinal da Taça Rio); e o Fluminense ganhou em 17/07/1960 (semifinal do Torneio Início), 07/09/1965 (final do Torneio Início), 27/01/1974 (Taça Presidente Médici) e 05/03/2017 (final da Taça Guanabara).
****
Este foi o 396º Fla-Flu, e o 127º empate do confronto (apesar da vitória do Fluminense nos pênaltis, o empate no tempo normal é o que conta para as estatísticas). Houve também 125 vitórias tricolores e 144 triunfos rubro-negros. Ao todo, nos Fla-Flus, o Fluminense assinalou 533 gols, contra 586 do Flamengo. A lista com todos os resultados pode ser conferida no meu post História – Fluminense x Flamengo.
****
O Fluminense conquistou sua 10ª Taça Guanabara. Em 1966, 1969 e 1971, a competição ainda era separada do Campeonato Carioca, e portanto tinha um peso maior. Depois, quando a Taça Guanabara passou a ser um turno do Campeonato Carioca, o Fluminense a venceu mais 7 vezes: 1975, 1983, 1985, 1991, 1993, 2012 e 2017.
****
O Fluminense jogou com a mensagem “AME O RIO” na camisa, em clara alusão à histórica partida de 25 de junho de 1995, decisão do Campeonato Carioca daquele ano, unanimemente considerada como o maior Fla-Flu de todos os tempos. Na ocasião, o Flamengo tinha a vantagem do empate, o Fluminense abriu 2 a 0, o Flamengo empatou, e o Fluminense fez o gol da vitória e do título nos últimos minutos, o famoso Gol de Barriga de Renato Gaúcho.
****
O centroavante Henrique Dourado segue em ótima fase: marcou seu 8º gol em 9 partidas na temporada de 2017. No ano passado, ele havia assinalado somente 2 gols em 14 jogos com a camisa tricolor.
****
O atacante Marcos Júnior parece destinado a sair do banco de reservas para marcar gols importantes. Em 2016, entrou durante a decisão da Copa da Primeira Liga, e marcou o gol do título contra o Atlético Paranaense. Em 2017, coube a ele, após entrar no lugar de Henrique Dourado, cobrar o pênalti que decretou a conquista da Taça Guanabara.
****
Fluminense e Flamengo não disputavam uma final desde 3 de abril de 2005. Na ocasião, o Fluminense aplicou uma goleada de 4 x 1, e sagrou-se campeão da Taça Rio. O jogo, disputado no Maracanã, foi emocionante, marcado pelas homenagens da torcida tricolor a Sua Santidade o Papa João Paulo II, que havia acabado de falecer.
****
Com a conquista da Taça Guanabara, o Fluminense garante vaga e vantagem do empate na semifinal do Campeonato Carioca, que será disputada em jogo único. Os outros três semifinalistas serão o campeão da Taça Rio e as duas melhores campanhas dentre os outros clubes, ou as três melhores campanhas dentre os outros clubes, caso o Fluminense fature também a Taça Rio.
****
É CAMPEÃO!
PCFilho

Link da notícia original: Ficha Técnica: Fluminense 3 x 3 Flamengo [nos pênaltis, 4 x 2]