Ex-Flu encara ostracismo na Europa e mostra insatisfação por não estrear


Principal revelação do Fluminense em 2017, Wendel tinha um acordo encaminhado com o Paris Saint-Germain, mas entraves burocráticos fizeram com que os franceses desistissem do negócio nos últimos momentos. ​Com isso, o Sporting, de Portugal, entrou na jogada e arrematou a contratação por cerca de 8 milhões de euros. Passados quase dois meses desde a sua chegada à Europa, a situação do atleta parece inerte.

Até agora, o meio-campo só treinou. Com apenas 20 anos de idade, o técnico Jorge Jesus enxerga uma necessidade clara de aprimoramento na questão tática e não o considera pronto para os desafios dentro de campo:

“Já expliquei que o Misic (outro reforço) e o Wendel são dois garotos, têm 20 anos… Para o Wendel, tudo isto ainda é chinês, tem de aprender muito taticamente“, esclareceu o treinador.

Segundo o site ​UOL Esporte, o estafe do jogador pretende conversar com membros da diretoria do Leão para compreender melhor a situação. Pelas redes sociais, Wendel vem demonstrando saudades de jogar futebol:

Para completar, Wendel ainda foi deixado de fora da lista de inscritos da Liga Europa, aumentando ainda mais a sua insatisfação. Apesar do início delicado em Alvalade, recentemente o atleta fez uma tatuagem de um leão, mascote do clube português. 

Link da notícia original: Ex-Flu encara ostracismo na Europa e mostra insatisfação por não estrear