Flu encara surpreendente Madureira visando final da Taça Guanabara

Na condição de favorito, o Fluminense pega o Madureira neste sábado, às 16h30 (de Brasília), no Estádio Los Lários, em Duque de Caxias (RJ), em confronto válido pelas semifinais da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca.

O Tricolor liderou com folgas o Grupo C, com 15 pontos e cem por cento de aproveitamento, não tendo sofrido um único gol até este momento na competição. Já o Tricolor Suburbano acabou o Grupo B na segunda posição, desbancando inclusive o Botafogo, que ficou de fora desta etapa.

Abel Braga, técnico do Fluminense, alertou seu time para os perigos do rival.

“O Madureira chegou a esta semifinal com méritos, deixando de fora um grande time que é o Botafogo, que vem fazendo uma grande Libertadores. Portanto, precisamos ter muito cuidado para não sermos surpreendidos. O favoritismo não nos garante nada, apenas aumentando a nossa responsabilidade”, disse o trenador das Laranjeiras.

Na visão dos jogadores, o Fluminense, para confirmar esse favoritismo, deve ignorar a vantagem de poder empatar.

“Sabemos que vai ser um duelo muito complicado, pois o Madureira tem um time de qualidade e não fez uma campanha boa à toa. Mas nós temos a nossa maneira de entender o jogo e por isso mesmo vamos partir em busca de decidir o jogo desde os primeiros minutos. Temos tido uma postura ofensiva e acho que encontramos uma boa maneira de nos portarmos”, destacou o zagueiro Henrique.

Ciente do respeito do adversário, o técnico do Madureira, Paulo César Gusmão, cobra personalidade de seus comandados.

“Sabemos que não vai ser uma partida tranquila, mas nenhuma foi até este momento e por isso mesmo temos que nos impor, com atitude e personalidade. Se acreditarmos no resultado final podemos atingir nosso objetivo, mesmo diante de uma grande equipe”, analisou Gusmão.

Em termos de escalação o Fluminense tem novidades. O zagueiro Renato Chaves, recuperado de um edema no joelho direito, volta ao time na vaga de Nogueira, que fica como opção no banco de reservas. O goleiro tricolor  será Júlio César mais uma vez, pois Diego Cavalieri ainda não tem ritmo suficiente para ser titular. A dúvida está no ataque. Após grande atuação na vitória de 3 a 0 sobre o Volta Redonda, o atacante Richarlison colocou uma dúvida na cabeça do treinador e disputa posição com Henrique Dourado.

Para este jogo o Madureira não poderá contar com o zagueiro Alex Moraes, que foi expulso na goleada de 4 a 0 sofrida para o Flamengo. Assim, o volante Leandro Carvalho, preservado naquela ocasião, volta ao time, com Diego Guerra, que atuou na proteção do meio-de-campo, retornando à zaga ao lado de Jorge Fellipe. O destaque do time é a experiente dupla de ataque composta por Julio Cesar e Souza “Caveirão”.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X MADUREIRA

Local: Estádio Los Lários, em Duque de Caxias (RJ)
Data: 25 de fevereiro de 2017 (Sábado)
Horário: 16h30(de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Corrêa Farinha (RJ)

FLUMINENSE: Júlio César, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo Pelé; Douglas, Jéferson Orejuela, Gustavo Scarpa, Junior Sornoza e Wellington Silva; Henrique Dourado (Ricahrlison)
Técnico: Abel Braga

MADUREIRA: Rafael Santos, Ruan, Diego Guerra, Jorge Fellipe e Wellington Saci; Leandro Carvalho, Rezende, Wanderson e Esquerdinha; Julio Cesar e Souza
Técnico: Paulo César Gusmão



Link da notícia original: Flu encara surpreendente Madureira visando final da Taça Guanabara