Flu chega aos EUA com elenco cheio de indefinições e à espera de reforços


​​Uma das principais queixas do técnico Abel Braga ao longo da última temporada era de que o elenco do Fluminense carecia de mais alternativas. Pois bem. De lá para cá, os meses se passaram sem que a situação melhorasse. Pelo contrário, as opções ficaram ainda mais escassas com as diversas baixas no plantel.

Alguns nomes importantes deixaram o Tricolor das Laranjeiras e farão falta na composição do elenco. Atletas dos quilates de Diego Cavalieri, Henrique, Wellington, Wendel e, ao que tudo indica, ​Gustavo Scarpa não farão parte do grupo em 2018. Isso sem falar no risco de perder Henrique Dourado para o Corinthians. Por outro lado, chegaram apenas o lateral Gilberto (para suprir a saída de Lucas) e o volante Jadson.

É em meio a esse contexto que o clube chega para a disputa da Florida Cup: um plantel desfigurado. Para se ter um exemplo, a criatividade do meio-campo ficará a cargo apenas de Sornoza. Solitariamente. Como Lucas Fernandes não viajou por conta do visto e Luquinhas foi cortado por lesão muscular, o equatoriano é o único meia ofensivo à disposição do treinador.

Embora pareça caótico e obscuro o futuro do Flu, a diretoria ainda trabalha para anunciar novos reforços. Ficará a cargo do novo diretor de futebol, Paulo Autuori, mapear as melhores oportunidades para melhorar o time que Abel Braga terá nas mãos para trabalhar.

Link da notícia original: Flu chega aos EUA com elenco cheio de indefinições e à espera de reforços