Aumento de vagas para Liberta pode ‘esvaziar’ disputa de Estaduais


A expectativa toma conta de torcedores nesta reta final de Brasileirão. Confiantes por estar na Copa Libertadores de 2018, equipes medem forças e fazem as contas para saber qual é o melhor rumo de obter um dos lugares na zona de classificação. No entanto, o mistério quanto à lista de vagas persiste: o atual G7 pode se tornar um G8 ou até um G9, dando margem para representantes do mesmo estado estarem em massa na competição continental.

Atualmente no G4, o líder Corinthians, além de Santos e Palmeiras estão com suas classificações encaminhadas. O Rio de Janeiro também está bem. O aumento de vagas pode abrir espaço para mais um carioca: além de Botafogo e Flamengo, que estão no G7, o Vasco tem chances de abocanhar um espaço.

Aos olhos dos especialistas do LANCE!, este cenário é visto como um sinal de alerta quanto à duração dos estaduais no calendário atual. Eduardo Tironi acredita que a tendência é de um “esvaziamento” regional:

– De certa forma, aconteceu este ano com o Botafogo, por exemplo, que fez boa parte do Estadual para cumprir tabela. Se nove times estiverem na Libertadores, é natural que isto aconteça. E acho correto. Os Estaduais atuais não cabem mais no calendário brasileiro – afirmou o colunista.

Já para o editor Eduardo Mansell, o debate fica mais extenso: os estaduais e o Brasileirão precisariam de ajustes.

– O crescimento da Copa Libertadores, da Sul-Americana e da própria Copa do Brasil amplia a discussão sobre os Estaduais e o próprio Brasileiro. Com a possibilidade de G9, acredito que o Brasileirão poderia aumentar os participantes para 22 ou 24. O país tem tamanho de continente. Mas para isso o Estadual precisa reduzir suas datas. Tem seu charme, mas hoje deveria ser torneio de pré-temporada, com poucas datas.

Grêmio busca seu tri na Libertadores na final contra Lanús (Leonidas Cardoso / Photo Premium)

O matemático da UFMG, Gilcione Nonato Costa, divulgou ao LANCE! como ficariam as chances matemáticas da atual classificação em caso de uma ampliação da lista de vagas. Seja com o Grêmio vencendo a Libertadores ou com Flamengo campeão da Sul-Americana, ou um G9 a hipótese de um terceiro clube carioca fica maior.. Mas não se pode descartar a entrada de um clássico mineiro.

Confira os cálculos para a situação com título de Libertadores a partir da atual classificação:

COM GRÊMIO CAMPEÃO

CLASSIFICADOS

CORINTHIANS (100%)
CRUZEIRO (100%)
GRÊMIO (100%)

LUTA POR DEMAIS VAGAS

SANTOS (99.97%)
PALMEIRAS (99.84%)
BOTAFOGO (93.6%)
FLAMENGO (81.8%)
VASCO (67.5%)
BAHIA (19.3%)
ATLÉTICO-MG (16.8%)
SÃO PAULO (11%)
FLUMINENSE (4.2%)
ATLÉTICO-PR (4.1%)
CHAPECOENSE (0.87%)
CORITIBA (0.74%)
VITÓRIA (0.31%)
SPORT (0.001%)

SEM CHANCES MATEMÁTICAS

ATLÉTICO-GO 
AVAÍ
PONTE PRETA 

G8 COM FLAMENGO CAMPEÃO MUDA LEVEMENTE PANORAMA

Flamengo fará semifinal da Sul-Americana contra Junior Barranquilla (Reginaldo Pimenta / Raw Image)

Já a possibilidade de o título ficar apenas nas mãos do Flamengo traz mudança no cenário para os clubes. Concorrentes diretos do Rubro-Negro na classificação ficarão com menos possibilidade, devido à chance de o Grêmio não conquistar a Copa Libertadores.

COM FLAMENGO CAMPEÃO

CLASSIFICADOS

CORINTHIANS
CRUZEIRO
FLAMENGO

A BRIGA PELAS VAGAS

GRÊMIO (99.996%)
SANTOS (99.95%)
PALMEIRAS (99.78%)
BOTAFOGO (92.3%)
VASCO (63%)
BAHIA (15.2%)
ATLÉTICO-MG (13.5%)
SÃO PAULO (9%)
ATLÉTICO-PR (3.3%)
FLUMINENSE (2.9%)
CHAPECOENSE (0.58%)
CORITIBA (0.4%)
VITÓRIA (0.14%)
SPORT (0.001%)

SEM CHANCES MATEMÁTICAS 

ATLÉTICO-GO
AVAÍ
PONTE PRETA 

G9: RISCO DE ‘ESVAZIAR’ ESTADUAIS DE RIO, SÃO PAULO E… MINAS!

Gremistas e flamenguistas podem mudar rumo de Brasileiro (Itamar Aguiar/Agência Freelance)

A possibilidade de uma conquista do Grêmio na Copa Libertadores e de uma volta olímpica do Flamengo na Copa Sul-Americana pode renovar os ânimos para várias equipes. Além de um terceiro clube carioca, não estariam descartadas presenças de um quarteto paulista ou do Rio e até de dois mineiros.

CLASSIFICADOS

CORINTHIANS 
CRUZEIRO
FLAMENGO
GRÊMIO

A BRIGA POR VAGAS

SANTOS (99.999%)
PALMEIRAS (99.992%)
BOTAFOGO (97.7%)
VASCO DA GAMA (82.8%)
BAHIA (38.8%)
ATLÉTICO-MG (31.5%)
SÃO PAULO (22.4%)
FLUMINENSE (11.3%)
ATLÉTICO-PR (9.1%)
CHAPECOENSE (2.9%)
CORITIBA (2.5%)
VITÓRIA (1.1%)
SPORT (0.028%)
PONTE PRETA (0.004%)
AVAÍ (0.001%)

SEM CHANCES MATEMÁTICAS

ATLÉTICO-GO

Link da notícia original: Aumento de vagas para Liberta pode ‘esvaziar’ disputa de Estaduais