Artilheiro em alta! Pedro tem trajetória bem diferente dos demais “selecionáveis”


​Até a última sexta-feira, Pedro nunca havia fardado a “amarelinha”. A única vez que tinha sentido o prazer de viver um ambiente de seleção brasileira foi quando chamado para completar um treino durante as eliminatórias. Sim, a trajetória do garoto de 21 anos é incomum. Sem contar com uma passagem sequer pelas equipes de base do País, terá a oportunidade de viver esta experiência diretamente no time de cima.

Já segue a gente no Instagram? ​Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

Convocado pelo técnico Tite para os amistosos diante de El Salvador e Estados Unidos, no mês de setembro, o centroavante já projetou este novo momento em sua carreira. “Sei bem como será a pressão”, disse, sem antes lembrar que, ao contrário do que muitos podem pensar em função de seu faro de artilheiro, também pode atuar se movimentando. “Não fico só parado. Sou um atacante que também sabe sair da área.”

Tite estava de olho no atleta desde o final da Copa do Mundo. E a convocação veio logo na primeira oportunidade deste novo ciclo. “É o momento para o Pedro. A regularidade mantida e os gols feitos falam por si só”, definiu o treinador. A ausência de convocações anteriores inclusive, fez com que o olhar dos europeus para o jogador acontecesse de forma bastante tardia, ao contrário do que aconteceu, por exemplo, com Vinicius Junior, que foi comprado pelo Real Madrid antes mesmo de estrear no profissional do Flamengo. Mas, como diz o ditado, antes tarde do que nunca. Enquanto a hora da apresentação não chega, o garoto tem a missão de seguir ajudando o ​Fluminense, a começar por este domingo, quando o Tricolor encara o América-MG, no Independência, pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão.

Link da notícia original: Artilheiro em alta! Pedro tem trajetória bem diferente dos demais “selecionáveis”