Flu, Palmeiras e Scarpa ainda esperam decisão de juíza um mês após audiência


​Em 16 de abril deste ano, a juíza Dalva Macedo negou o pedido de liberação de Gustavo Scarpa do Fluminense e manteve o jogador vinculado ao clube carioca. Um mês depois, o atleta e o Tricolor, assim como o Palmeiras, equipe pela qual o meia estava atuando, aguardam uma decisão da Justiça.

(Foto: Divulgação/Palmeiras)

Conforme lembrado pelo ​globoesporte.com, a magistrada estabeleceu uma prazo de 10 dias úteis para que as partes apresentassem considerações finais ao caso. Esse prazo terminou no fim do mês de abril, e agora a juíza pode emitir sua decisão a qualquer momento – não houve uma data pré-definida.

Scarpa conseguiu se liberar do vínculo com o ​Fluminense no dia 13 de janeiro, após o clube atrasar quatro meses de direitos de imagem e seis de FGTS. O meia-atacante não se reapresentou ao Tricolor para a pré-temporada e foi anunciado oficialmente pelo ​Palmeiras no dia 15 de janeiro.

Dois meses depois, porém, o Tribunal Regional do Trabalho derrubou a liminar conseguida pelo jogador. Scarpa e seus representantes recorreram, mas o Tribunal Superior do Trabalho manteve a decisão, alegando que o atleta agiu de má fé ao tentar lucrar com o rompimento do vínculo com o Tricolor.

​​

Link da notícia original: Flu, Palmeiras e Scarpa ainda esperam decisão de juíza um mês após audiência