Como estaria a tabela se o Brasileirão tivesse árbitro de vídeo?


​Entra ano, sai ano, e as polêmicas envolvendo arbitragem seguem entre as principais pautas do Campeonato Brasileiro. Toda rodada tem pelo menos um lance duvidoso e nesta temporada ainda tem um fator a mais para apimentar o debate: a incerteza sobre começar a utilizar ou não o sistema de vídeo (​o VAR) para auxiliar os homens do apito.

Pensando nisso, o ​Esporte Interativo trouxe à tona um levantamento completo, rodada após rodada, para contemplar todas elas, até a 38ª, quando estivermos em dezembro, para comparar o quanto os erros podem influenciar na classificação final da competição. O levantamento usou como critério estabelecer como erros apenas os casos que afetariam diretamente o placar de uma partida, ou seja, impedimentos (mal marcado ou que deveria ter sido assinalado e não foi) que resultam em gols, além de faltas ou pênaltis que resultaram em gols que não deveriam ter sido marcados.

Seguindo esta ideia, a tabela de classificação teria mudanças no topo e também no Z-4. Hoje estaria assim:

Link da notícia original: Como estaria a tabela se o Brasileirão tivesse árbitro de vídeo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *