Com protestos na Bolívia, Flu aguarda posição da Conmebol antes de viajar para jogo da Sul-Americana


Em busca de uma vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana, o Fluminense tem um duelo marcado contra o Nacional de Potosí para as 21h45 desta quinta-feira, mas a partida pode não acontecer – ao menos nesta data.

Segundo o ​globoesporte.com, o aeroporto local está fechado desde o último domingo por conta de protestos e o clube brasileiro aguarda um posicionamento da Conmebol para saber se dará ou não prosseguimento à viagem que está marcada para esta terça-feira. Em entrevista coletiva, o diretor de futebol Paulo Autuori falou sobre a situação.

Essa situação em Sucre transcende ao futebol. Estamos trabalhando há três meses nessa viagem, que é complexa. Espero que as pessoas deixem os interesses de lado e pensem em segurança. (…) Se a gente vai depender de uma aeronave que não faz parte do nosso planejamento, por mim, abortaríamos esta viagem. Seguimos esperando um posicionamento que vem sendo adiado”, disse o dirigente no fim da manhã desta terça.

As manifestações acontecem por conta dos royalties de uma reserva de gás de Incahuasi, próxima à região de Sucre. Além do aeroporto local, estradas próximas também estão fechadas, inclusive a que levaria o ​Fluminense a Potosí.

​​

Link da notícia original: Com protestos na Bolívia, Flu aguarda posição da Conmebol antes de viajar para jogo da Sul-Americana


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *