Após vitória de virada, Abel já pensa em como superar a altitude na ‘Sula’


Vencer, ainda mais de virada, dá sempre uma dose adicional de confiança a qualquer equipe. No caso da jovem equipe do Fluminense, conseguir os três pontos sobre o Vitória no Barradão foi fundamental para a caminhada no Campeonato Brasileiro. Tido como uma equipe que brigará mais no pelotão de baixo, a 7ª colocação até que agrada. Mas o tempo para celebrar é curto. Quase nulo.

Agora o Tricolor volta suas forças para a Copa Sul-Americana. Diante do Nacional Potosí, da Bolívia, a preocupação é grande mesmo com o placar de 3 a 0 construído no Maracanã. Sobretudo devido à temida (e conhecida) altitude. O técnico Abel Braga confia principalmente no retorno de dois importantes titulares para trazer a classificação à próxima fase na bagagem:

“Agora, sim, vamos pensar na Sul-Americana. Pensar na possibilidade do Gum, que deve estar apto. Temos de diminuir muito os cruzamentos. O exemplo é o Vasco. Foi a 2.800 metros. Vamos a 4.000, extremamente complicado para nós. O Ayrton é um jogador ofensivamente muito forte. Vamos precisar disso lá. Não abdicar dessa força toda. Mas 4.000 metros preocupa. A vitória dá confiança”, analisou o comandante.

A dupla foi desfalque em Salvador, dando lugar ao estreante ​Nathan Ribeiro e a Marlon, que foram seguros durante a partida. O confronto acontecerá na próxima quinta-feira, às 21h45, no estádio Víctor Agustín Ugarte. Os bolivianos precisam vencer por quatro ou mais gols de diferença para eliminar os brasileiros.

​​

Link da notícia original: Após vitória de virada, Abel já pensa em como superar a altitude na ‘Sula’