Espírito de luta fortalece relação do Flu com a torcida mesmo após empate


​A partida contra o São Paulo se encaminhava para o seu final e o ​Fluminense perdia por 1 a 0. Gritos de protesto contra o presidente Pedro Abad já se escutavam nas arquibancadas do Maracanã. Foi quando os cariocas, depois de muita insistência, conseguiram o empate. O gol de Pedro, depois de duas bolas na trave, ao menos serviu para que a relação entre a torcida e os jogadores, ao término da partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, saísse um pouco mais fortalecida.

Foi o segundo jogo em casa do Tricolor na competição. Na rodada anterior, mesmo com um jogador a menos durante boa parte do jogo frente ao Cruzeiro, a equipe conseguiu sustentar a vitória por 1 a 0. Neste domingo, se os três pontos não vieram, ao menos ficou reconhecido o espírito de luta da equipe. “Foi muito legal. Vimos um número maior de torcedores no estádio e que apoiaram com uma alma incrível mesmo quando estávamos perdendo”, reconheceu o técnico Abel Braga.

Ao contrário da média habitual de cerca de oito mil pessoas, dessa vez o Flu levou 19.235 torcedores ao “maior do mundo”. Todos que estavam ali têm a consciência de que o elenco carioca não é o mais qualificado entre os participantes da competição. Porém, ficou provado que vontade de vencer não falta. “Nosso maior craque é o coletivo. Temos que entrar com muita vontade em cada palmo do campo”, acrescentou o treinador. Se for assim, dificilmente faltará apoio. Com uma semana só para treinos, o time volta a campo somente no próximo domingo, diante do Vitória, no Barradão.

De torcedor para torcedor: ​clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Link da notícia original: Espírito de luta fortalece relação do Flu com a torcida mesmo após empate

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *