De olho em fôlego financeiro, Flu tenta solucionar impasse com a Globo


​Que a situação financeira do Fluminense é preocupante, ninguém nega. Porém, mesmo que o clube tenha encontrado uma saída para conseguir deixar o “atoleiro de dívidas”, a mesma ainda permanece no papel em função de um impasse com a Rede Globo.

A criação de um fundo de investimento destinado ao pagamento do passivo depende de um aval da emissora para utilizar a parte desejada de seu contrato e direitos de transmissão como garantia. Mesmo que a empresa tenha informado que irá colaborar, questões internas impedem que seja com montante tão significativo. As tentativas para o aumento deste aval visam, justamente, a obtenção de taxas de juros mais atrativas no mercado.

A iniciativa do Flu consiste em uma parceria com o banco Polo Capital, que captará dinheiro através destes recebíveis futuros – até o momento, o novo acordo de transmissão com a Globo, válido a partir de 2019, já rendeu R$ 40 milhões em luvas. “O Fluminense iniciou o estudo do fundo em meados do ano passado. Algumas etapas relevantes foram vencidas como, por exemplo, conquistar a confiança de uma instituição financeira para estruturas a captação. Ainda discutimos detalhes, mas nossa expectativa é positiva para o avanço e com concretização”, disse, ao ​Uol, o vice-presidente de finanças Diogo Bueno.

O dinheiro obtido seria destinado ao pagamento de dívidas e impostos em atraso e garantia um fôlego para o caixa. De acordo com o último balanço, os débitos do clube chegam a R$ 430 milhões, sendo R$ 40 milhões de passivo trabalhista.

De torcedor para torcedor: ​clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Link da notícia original: De olho em fôlego financeiro, Flu tenta solucionar impasse com a Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *