Clube italiano rechaça jogadores do Flu e dívida por Marquinho continua


​O presidente do Fluminense, Pedro Abad, esteve na Europa na última semana e visitou o projeto Flu-Samorin, na Eslováquia. Esse, no entanto, não foi o único motivo da viagem do dirigente tricolor. Segundo o ​globoesporte.com, o mandatário também esteve em Londres para tentar um acordo com a Udinese por conta da dívida referente à compra do meia-atacante Marquinho, em 2016.

Ainda durante a gestão do ex-presidente Peter Siemsen, o Flu comprou 100% dos direitos econômicos do jogador por 1 milhão de euros (R$ 4,1 milhões, na cotação atual), montante a ser pago em 2017. Em crise financeira, o Tricolor não quitou a dívida e foi acionado pela Udinese na Fifa no fim de março, quando terminou o prazo para o pagamento.

Abad encontrou o presidente do clube italiano, Giampaolo Pozzo, e explicou a situação financeira vivida pelo Fluminense. O dirigente tricolor ofereceu preferência de compra para a Udinense em algum atleta do Flu, mas o italiano não se mostrou interessado, ao menos no momento. Atualmente, por conta dos juros, a dívida pela compra de Marquinho é de 1,3 milhão de euros (R$ 5,4 milhões).

Vale lembrar que Marquinho foi ​dispensado pelo Flu no fim do ano passado em uma ‘barca’ que contou com nomes como Henrique e Diego Cavalieri.

​​

Link da notícia original: Clube italiano rechaça jogadores do Flu e dívida por Marquinho continua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *