Flu emite nota e pressiona Sport por dinheiro da venda de Diego Souza


​Principal contratação do São Paulo para esta temporada, ​Diego Souza pode se ver em breve no meio de uma polêmica envolvendo seus outros dois ex-clubes: o Sport e o Fluminense. Tudo porque o Leão vem acenando com a possibilidade de repassar aos cariocas apenas a quantia de R$ 1 milhão pela transferência acordada com o Tricolor Paulista. No entanto, por contrato o montante é bem maior que isso, já que o Flu era detentor de 50% dos direitos econômicos do atleta.

Em nota divulgada nesta terça-feira, o clube das Laranjeiras fez questão de frisar que vai cobrar dos pernambucanos o montante integral que lhe pertence:

O Fluminense é detentor dos 50% dos direitos econômicos do meia Diego Souza e já notificou o Sport de que só aceita receber o valor que lhe é de direito da negociação do jogador com o São Paulo. O Tricolor nunca abriu mão de percentual algum do atleta e fará valer o que está no contrato firmado em março de 2016, quando Diego Souza acertou a volta a Recife. Sobre o que foi veiculado na manhã desta terça-feira, o pagamento de R$ 1 milhão foi sugerido antes do início desta negociação. O contrato é claro e estabelece formalidades que foram ignoradas pelo clube pernambucano“, explicou o texto oficial.

O que se fala a respeito da diferença, segundo o site ​GloboEsporte, é que, antes da negociação com os são-paulinos, os empresários procuraram o Fluminense perguntando qual o mínimo que o clube aceitaria ser compensado caso não conseguisse negociar o jogador por um valor suficiente para cobrir a multa rescisória (de R$ 3,2 milhões). Em resposta, o Tricolor definiu tal valor em R$ 1 milhão. Portanto, na ótica dos cariocas, qualquer valor acima de R$ 1 milhão (como é o da venda para o Morumbi) seria aceito. 

Link da notícia original: Flu emite nota e pressiona Sport por dinheiro da venda de Diego Souza