Desejo atendido: Diretoria do Fluminense admite negociar Dourado


​Ao final da estreia do Fluminense pela Florida Cup, o camisa 9, Henrique Dourado, abriu o jogo sobre a sua situação no clube. Sem meias palavras, o atleta ‘escancarou’ os problemas vividos nas Laranjeiras e não escondeu seu desejo de deixar o time ainda nesta janela.

Após a entrevista do centroavante, o presidente Pedro Abad, que inicialmente confiava na ​permanência do jogador, mudou o discurso. Como noticia o ​UOL Esportes, o clube mantém conversas com o empresário de Dourado e buscará uma compensação financeira para sua sacramentar sua saída.

Ele falou que não quer ficar. Eu sempre quis que ele ficasse, é o símbolo da nossa reconstrução. Não adianta ter um jogador insatisfeito no elenco. Vamos respeitar a vontade dele, mas os interesses do clube têm de ser respeitados. Nós investimos muito dinheiro por ele, pagamos ainda. Eu falei com o agente dele. Vamos conversar, tem a multa, afirmou.

O destino mais provável do Ceifador é o Corinthians, que busca um substituto para Jô, negociado junto ao Nagoya Grampus, do Japão.

Link da notícia original: Desejo atendido: Diretoria do Fluminense admite negociar Dourado